quinta-feira, 16 de agosto de 2012

O amor vai e as marcas ficam

Amor: “É o nível ou gral de responsabilidade, utilidade e prazer com que lidamos com as coisas. Pessoas que conhecemos e gostamos”. Mas para mim e minhas teorias nada mais é do que a união de sentimentos em um determinado momento.
Pensando bem, será que é só por um momento? Será que às vezes esse amor não é levado com você por muito tempo? Ou quem sabe pro resto da vida... Tudo é relativo, é claro que você já teve um amor, e se não teve via ter e com ele construir alguns sentimentos.
 Entretanto às vezes acaba, e como fica o amor? Por um lado o sentimento pode ter acabado, mas e pelo outro? O amor é uma das melhores e uma das piores coisas que existem ao mesmo tempo. Pois suas marcas não são visíveis, mas elas permanecem ali.
Você pode negar, pode até esquecer aquela pessoa até certo ponto. E que ponto seria esse? Quando começam a falar dela... Ou pior ainda, quando você a vê. Não tem como evitar  as lembranças que voltam, mas cabe a você equilibrar isso para não perder a razão e cometer algum ato errado.
Sendo lembranças eternas ou não, pense com a cabeça e não com o coração. Por que ele foi feito pra sentir, mas quem decide se ele pode é você.  Não fique sofrendo por quem não te deu valor, pois essa pessoa não vale suas lágrimas.